sexta-feira, 24 de junho de 2016

Polícias Civil e Militar de Açailândia desbaratam quadrilha de assaltantes de cargas dos Correios




Uma força tarefa formada por policiais civis da 9ª Delegacia Regional de Açailândia e policiais militares da 5ª Companhia Independente prenderam uma quadrilha especializada em assaltos a caminhões dos Correios na região. Após diligências, os policiais civis, sob o comando do delegado Murilo Lapenda, regional de Açailândia, e policiais militares, comandados pelo Major Sérgio, conseguiram prender seis pessoas e desbaratar a associação criminosa responsável pelos roubos a caminhões dos Correios na região tocantina.

Com a prisão dos envolvidos, foi possível recuperar uma carga roubada, apreender as armas utilizadas para a prática do crime, bem como os quatro veículos utilizados para abordar o caminhão e transportar a carga tomada até Açailândia.

Ao final das diligências, já na cidade de Imperatriz e com o apoio da Polícia Militar local, foi preso o indivíduo conhecido como Mael, com o qual foram apreendidos um Palio furtado em Imperatriz dias antes, CRLVs em branco utilizados para a clonagem de veículos, um revólver calibre 38 e um maçarico de corte, destinado ao arrombamento de caixas eletrônicos.
“Foi um grande serviço decorrente da parceria PC e PM de Açailândia e, desta vez, com o especial e efetivo apoio da Polícia Militar de Imperatriz”, disse o delegado Lapenda.

Entre as seis pessoas presas, tem uma mulher, que era a responsável pela logística dos assaltos.

Os seis presos foram identificados, pela ordem, como: Carlos Antonio Passos da Silva, 43 anos, conhecido por ‘Carlão’, que é o chefe da quadrilha; Matuzael Soares da Costa, 27 anos, conhecido por ‘Mael’, que foi preso em Imperatriz; Regilane Pinheiro de Andrade, 32 anos; Francivaldo Guedes dos Santos, 39 anos, conhecido por ‘Badila’, marido de Regilane; Mateus Costa dos Santos, 34 anos, o ‘Popó’; e Ernandes Nascimento Santos, 34 anos. 

Todos os acusados foram autuados em flagrante delito por roubo qualificado mediante o uso de arma de fogo e por associação criminosa. Eles se encontram à disposição da Justiça na Unidade Prisional de Ressocialização de Açailândia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário