segunda-feira, 13 de junho de 2016

Romário pode ser investigado por receber caixa dois em campanha eleitoral

A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para investigar o senador Romário (PSB-RJ). A CBN noticiou que, de acordo com a investigação, a suspeita é que a empreiteira Odebrecht tenha pago R$ 100 mil ao parlamentar. O indício surgiu a partir de mensagens de celular obtidas no celular de Marcelo Odebrecht, apreendido pela operação Lava-jato. O senador nega que tenha recebido propina. Ainda conforme a CBN, as mensagens também indicam a negociação de doações suspeitas com os deputados Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Jutahy Junior (PSDB-BA).

Nenhum comentário:

Postar um comentário