terça-feira, 4 de outubro de 2016

Escola de Teresina lidera ranking das 20 melhores em redação


Uma escola particular de Teresina lidera a lista das 20 unidades de ensino que tiveram as maiores médias em redação, segundo dados do Enem 2015 por Escola, divulgados nesta terça-feira (4) pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), autarquia vinculada ao MEC (Ministério da Educação).
Ao todo, cinco escolas da capital do Piauí figuram nesse ranking. No entanto, é o Estado de Minas Gerais que tem mais representantes na relação: seis dos colégios com maiores médias em redação no Enem são mineiros.
A grande maioria das unidades é privada, sendo apenas uma federal-- na 18ª colocação. O NSE (Nível Socioeconômico dos Estudantes) das unidades varia em geral entre "Alto" e "Muito Alto", que reúne estudantes com renda familiar a partir de 7 salários mínimos.
Os dados mostram ainda que metade das escolas (10) tem o IPE (Indicador de Permanência na Escola) igual ou superior a 80%, um alto percentual de alunos que cursaram todo o ensino médio na mesma unidade.
Na contramão, cinco colégios --dois deles ocupam as 1ª e 3ª colocações-- têm esse índice inferior a 20%, revelando um baixo percentual de estudantes que fizeram as três séries do ensino médio na mesma escola.

Escolas reprovadas na redação

Quando analisado o desempenho geral das escolas no Enem 2015, os dados mostram que uma a cada cinco escolas foi "reprovada" em redação.
Cerca de 20% (3.045) das 14.998 unidades de ensino que tiveram suas notas divulgadas apresentaram média inferior a 500 na redação, nota mínima exigida para a certificação do ensino médio.
Ocimar Munhoz Alavarse, professor da Faculdade de Educação da USP (Universidade de São Paulo), ressalta que a nota da redação precisa ser vista com cuidado e que a condição social dos estudantes deve ser levada em consideração na análise.
"O Enem reflete o nível socioeconômico. Quem são os que escrevem melhor? Os [estudantes] com maior nível socioeconômico, que têm mais acesso a repertório, o que vai além do papel da escola em si", pondera.
Ainda, segundo ele, é preciso lembrar o caráter subjetivo da prova. "A nota pode ser influenciada pelo tema, pela correção. Ao MEC, cabe assegurar critérios para que esta correção seja feita da forma mais correta possível."
Veja abaixo o ranking dos 20 primeiros colocados: 

1º - INSTITUTO EDUCACIONAL SÃO JOSÉ UNIDADE MOCAMBINHO (Teresina/PI)

Média: 920,00
Rede: Privada
NSE*: Médio alto
IPE**: Menos de 20%
Total de alunos: 17 / Alunos participantes: 17

2º - INSTITUTO DOM BARRETO (Teresina/PI)

Média: 897,42
Rede: Privada
NSE*: Muito alto
IPE**: 80% ou mais
Total de alunos: 129 / Alunos participantes: 124

3º - ANTARES COLÉGIO PRÉ-VESTIBULAR (Fortaleza/CE)

Média: 887,27
Rede: Privada
NSE*: Muito alto
IPE**: Menos de 20%
Total de alunos: 25 / Alunos participantes: 22

4º - EDUCANDÁRIO SANTA MARIA GORETTI (Teresina/PI)

Média: 870,15
Rede: Privada
NSE*: Muito alto
IPE**: 80% ou mais
Total de alunos: 65 / Alunos participantes: 65

5º - COLÉGIO BIONATUS 2 (Campo Grande/MS)

Média: 866,98
Rede: Privada
NSE*: Sem informação
IPE**: menos de 20%
Total de alunos: 64 / Alunos participantes: 63

6º - CEV COLÉGIO UNIDADE JOCKEY (Teresina/PI)

Média: 860,83
Rede: Privada
NSE*: Alto
IPE**: menos de 20%
Total de alunos: 27 / Alunos participantes: 24

7º - COLÉGIO CRUZEIRO - CENTRO (Rio de Janeiro/RJ)

Média: 860,35
Rede: Privada
NSE*: Muito alto
IPE**: 80% ou mais
Total de alunos: 114  / Alunos participantes: 114

8º - ESCOLA DEGRAUS (Monte Santo de Minas/MG)

Média: 860
Rede: Privada
NSE*: Alto
IPE**: 80% ou mais
Total de alunos: 16 / Alunos participantes: 15

9º - CHRISTUS COLÉGIO PRÉ-UNIVERSITÁRIO (Fortaleza/CE)

Média: 859,66
Rede: Privada
NSE*: Sem informação
IPE**: Menos de 20%
Total de alunos: 60 / Alunos participantes: 59

10º - COLÉGIO CRUZEIRO - JACAREPAGUÁ (Rio de Janeiro/RJ)

Média: 859,17
Rede: Privada
NSE*: Muito alto
IPE**: 80% ou mais
Total de alunos: 74 / Alunos participantes: 72

11º - MASTER COLÉGIO (Fortaleza/CE)

Média: 858,44
Rede: Privada
NSE*: Alto
IPE**: De 40% a 60%
Total de alunos: 65 / Alunos participantes: 64

12º - ANBEAS - COLÉGIO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS (Teresina/PI)

Média: 858,11
Rede: Privada
NSE*: Muito alto
IPE**: 80% ou mais
Total de alunos: 101 / Alunos participantes: 95

13º - COLÉGIO SANTO AGOSTINHO - UNIDADE NOVA LIMA (Nova Lima/MG)

Média: 858,05
Rede: Privada
NSE*: Muito alto
IPE**: 80% ou mais
Total de alunos: 87 / Alunos participantes: 82

14º - COLÉGIO SAGRADO CORAÇÃO DE MARIA (Ubá/MG)

Média: 853,08
Rede: Privada
NSE*: Alto
IPE**: 80% ou mais
Total de alunos: 27 / Alunos participantes: 26

15º - CENTRO EDUCACIONAL FREI SERÁFICO (São João del Rei/MG)

Média: 852,69
Rede: Privada
NSE*: Muito alto
IPE**: De 60% a 80%
Total de alunos: 52 / Alunos participantes: 52

16º - COLÉGIO CEI (Belém/PA)

Média: 852,31
Rede: Privada
NSE*: Médio alto
IPE**: De 40% a 60%
Total de alunos: 26 / Alunos participantes: 26

17º - COLÉGIO OBJETIVO DE S S PARAISO NHN (São Sebastião do Paraíso/MG)

Média: 852,00
Rede: Privada
NSE*: Muito alto
IPE**: 80% ou mais
Total de alunos: 21 / Alunos participantes: 20

18º - COLÉGIO DE APLICAÇÃO DO CE DA UFPE (Recife/PE)

Média: 851,27
Rede: Federal
NSE*: Muito alto
IPE**: 80% ou mais
Total de alunos: 57 / Alunos participantes: 55

19º - COLÉGIO OLIMPO (Brasília/DF)

Média: 848,77
Rede: Privada
NSE*: Muito alto
IPE**: De 60% a 80%
Total de alunos: 77 / Alunos participantes: 73

20º - COLEGUIUM (Belo Horizonte/MG)

Média: 848,00
Rede: Privada
NSE*: Muito alto
IPE**: De 60% a 80%
Total de alunos: 25 / Alunos participantes: 25
*A sigla NSE representa o nível socioeconômico dos estudantes. O cálculo desse indicador foi feito a partir de informações fornecidas pelos próprios alunos.
**A sigla IPE se refere ao indicador de permanência na escola. O índice corresponde ao percentual de alunos que fizeram todo o ensino médio na escola avaliada.
(Uol)

Nenhum comentário:

Postar um comentário