sexta-feira, 10 de junho de 2016

Teresina está entre as cidades “mais inteligentes” do Brasil em 2016

Teresina está entre as 50 cidades “mais inteligentes” do Brasil, segundo publicação no site da revista Exame desta quarta-feira (08/06).
A capital do Piauí encontra-se na 28ª colocação (3ª colocada entres as capitais do Nordeste), à frente de Fortaleza (29ª) e João Pessoa (47ª), por exemplo. A cidade evoluiu satisfatoriamente em relação ao ranking de 2015, saindo da 35ª colocação. Das nove capitais do Nordeste, somente cinco estão entre as 50 cidades mais inteligentes do Brasil. O ranking é da Connected Smart Cities, da consultoria Urban Systems. As cidades contempladas nesta lista se destacam exatamente por oferecer soluções que as tornam melhores para viver. Para chegar a esses nomes, a Urban Systems analisou 73 indicadores divididos em 11 eixos. Impulsionada pelas políticas de mobilidade urbana que deram o que falar nos últimos anos, São Paulo (SP) lidera o ranking das cidades mais inteligentes e conectadas do Brasil – posto que, no ano passado, pertencia ao Rio de Janeiro (RJ). Confira o ranking das 50 cidades mais inteligentes do Brasil (com Teresina no 28º lugar):

quinta-feira, 9 de junho de 2016

EX-SOLDADO DA PMMA E FILHO DE POLICIAL CIVIL SÃO PRESOS POR EXTORSÃO NO ANJO DA GUARDA

Policiais do Grupo de Serviço Avançado, (GSA), da Policia Militar do Estado do Maranhão, prenderam na noite desta quarta-feira, (8) na Vila Nova, (Anjo da Guarda) o ex-soldado da corporação Willame Sousa Belga e Rafael Fontinele Ferraz, filho de um policial civil. Eles foram presos em um veiculo Eco Sport depois de terem invadido na rua da Mangueira, naquele bairro uma casa se passando por policiais do Serviço de Inteligência e da Policia Federal. O sargento da ativa da Policia Militar do Estado do Maranhão, Jorge Benedito Pinho Sousa, “Sargento Pinho”, também seria integrante da quadrilha. Ele não foi localizado pelos policiais. Ao adentrarem na casa, eles disseram para os moradores que estavam investigando uma denuncia de fraude contra o Instituto Nacional de Seguridade Social, (INSS). Os acusados levaram do local vários documentos e uma pistola de propriedade do dona do imóvel. Eles ainda exigiram a quantia de R$ 10 mil reais para não “prender” as pessoas que estavam na casa. Os acusados ainda receberam das vitimas cerca de R$ 2 mil reais, valor pago pela extorsão. Horas depois do ex policial Willame Belga e Rafael foram presos e conduzidos para o 5º DP no bairro Anjo da Guarda. O delegado Walter Wanderley, titular daquela delegacia disse que vai pedir na justiça a decretação da prisão preventiva do sargento Pinho.

quarta-feira, 8 de junho de 2016

Fim das chuvas provoca superpolução de grilos em Teresina

A superpopulação de grilos em Teresina está incomodando a todos. Além do risco de infecções, devido às bactérias que os insetos espalham, o som emitido pelos grilos tem deixado os moradores da zona Norte - onde a infestação está maior - bastante incomodados. Os especialistas dizem que o clima é o responsável pelo aumento na quantidade dos animais e dão dicas para evitar a entrada dos insetos em casa. Segundo o engenheiro florestal Marcos Vinícius, nesta época do ano é normal o aumento da quantidade de grilos na cidade. "É normal o aumento nessa época do ano. Isso normalmente ocorre em decorrência da diminuição das chuvas, então o clima esquenta e a reprodução aumento, além disso há a redução de predadores naturais", informou. Ele dá dicas para reduzir a infestação ou pelo menos diminuir a entrada dos animais dentro de casa. "É preciso focar nos quantro A's. Reduzir acesso, abrigo, água e alimento. Eles possuem pernas peludas onde as bactérias aderem e, por isso, podem infectar ambientes, porque ele vive em esgotos, locais sujos", alertou. Para isso, é importante fechar portas e janelas, evitar deixar alimentos e lixo expostos e manter a casa limpa e organizada para não fornecer abrigo aos insetos. Isso reduzirá a invasão dos insetos e o barulho incômodo emitido por eles. O engenheiro explica que o som é uma forma utilizada pelos machos de atrair as fêmeas para reproduzir. E a reprodução é acelerada: em 15 dias os ovos eclodem e, 15 dias depois, estão adultos e podem acasalar novamente.

Japonês da Federal é preso no Paraná

O agente da PF (Polícia Federal) Newton Ishii, que ficou famoso nas prisões e escolta de empreiteiros, políticos, lobistas e agentes públicos nas fases passadas da Operação Lava Jato e ganhou o apelido de "Japonês da Federal", foi preso na última terça-feira (7). O mandado de prisão foi expedido pela 4ª Vara Federal de Foz do Iguaçu (PR). Ele está na carceragem da Superintendência da PF em Curitiba (PR). O motivo da prisão de Ishii é uma condenação em segundo grau por causa de participação em um esquema de contrabando. Em 2003, o "Japonês da Federal" e outros 22 policiais federais alvos da Operação Sucuri, que apurou um esquema formado por agentes da PF e da Receita Federal que facilitava o contrabando de produtos ilegais na fronteira com o Paraguai em Foz do Iguaçu (PR).
By R7

Roubo a caixa eletrônico no Banco do Brasil em São Domingos do Maranhão

A agência do Banco do Brasil da cidade de São Domingos do Maranhão, a 386 Km de São Luís, foi mais uma vez alvo de criminosos. De acordo com informações, a quadrilha chegou na agência na madrugada dessa terça-feira, dia 08, disparando tiros, e logo em seguida se dirigiram para o único caixa com dinheiro. Os bandidos explodiram o caixa eletrônico e fugiram em seguida. A quantia roubada não foi divulgada. As notas teriam ficado manchadas por tinta do dispositivo antifurto do caixa automático. Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI) informou que averigua o caso. De acordo com o Sindicato dos Bancários do Maranhão (SEEB/MA ) foram registrados no estado sete assaltos, 22 arrombamentos a caixas eletrônicos e duas saidinhas bancárias somente este ano. Em 2015 foram 11 assaltos, 61 arrombamentos a caixas eletrônicos e doze saidinhas bancarias.

terça-feira, 7 de junho de 2016

JANOT PEDE INQUÉRITO CONTRA RENAN, JUCÁ E SARNEY AO SUPREMO

Do: O Globo O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu abertura de inquérito contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), os senadores Romero Jucá (PMDB-RR), o ex-presidente José Sarney e outros políticos do PMDB. Todos eles estão no pedido enviado por Janot ao ministro Teori Zavascki, relator dos processos da Operação Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), por terem sido acusados pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado de receberem propinas. A informação foi divulgada neste domingo pelo “Fantástico”, da Rede Globo. No sábado, O GLOBO revelou que, em depoimentos da delação premiada, Sérgio Machado disse que distribuiu mais de R$ 70 milhões em propina de contratos da estatal para Renan Calheiros, Romero Jucá e José Sarney, entre outros líderes do PMDB. Segundo Machado, o valor mais expressivo, de R$ 30 milhões, foi destinado a Renan, o principal responsável pela indicação dele para a presidência da Transpetro, subsidiária da Petrobras e maior empresa de transporte de combustível do país. Machado disse ainda que repassou cerca de R$ 20 milhões para Sarney durante o período que esteve à frente da estatal. Romero Jucá — que ficou uma semana como ministro do Planejamento do governo Michel Temer — também recebeu aproximadamente R$ 20 milhões. Sérgio Machado fala sobre altas somas em propinas com autoridade. A partir do acordo de delação, ele próprio se comprometeu a devolver aproximadamente R$ 100 milhões, fortuna acumulada com desvios de contratos entre grandes empresas e a Transpetro. LOBÃO E JADER TAMBÉM IMPLICADOS Machado disse que abasteceu também as contas dos senadores Edison Lobão (PMDB-MA) e Jader Barbalho (PMDB-PR). As acusações são consideradas devastadoras, pois Machado indicou os contratos fraudados e os caminhos percorridos pelo dinheiro até chegar aos parlamentares. Relatou que o dinheiro era desviado de contratos firmados entre a Transpetro e grandes empresas. O esquema funcionou durante todo o período em que Machado esteve à frente da Transpetro, de 2003 até ano passado. A estrutura de arrecadação de propina e lavagem de dinheiro seguiu padrões tradicionais. O dinheiro passava por várias pessoas até chegar ao políticos mencionados por Machado. Em alguns casos, foi entregue diretamente ao interessado. Machado deixou claro que o dinheiro era para custear campanhas e pagar despesas pessoais. E disse que arrecadava e repassava a propina pois achava ser esta a missão dele, ou seja, garantir retorno financeiro ao grupo político responsável pela sustentação dele à frente da estatal. Renan indicou Machado para a presidência da Transpetro em 2003, no início do primeiro mandato do ex-presidente Lula, e manteve apoio à permanência dele no cargo até ano passado, mesmo após ter sido acusado por Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, de receber propina. A indicação teria ainda apoio de Jucá, Sarney e Lobão. A combinação dos grampos feitos por Machado com os depoimentos dele e do filho, Expedito Machado, deixa Renan, Sarney e Jucá em situação extremamente delicada. Nas conversas gravadas, Renan, Jucá e Sarney aparecem discutindo meios de barrar as investigações da Operação Lava-Jato. Renan defende mudança na lei para dificultar delações. Jucá fala no impeachment de Dilma Rousseff como forma de “estancar a sangria” da Lava-Jato. Renan negou que tenha recebido dinheiro de Machado: “Jamais recebi vantagens de ninguém e sempre tive com Machado relação respeitosa e de estado”, disse o senador, segundo um de seus assessores. Renan também disse que “nunca indicou ninguém para a Petrobras ou para o setor elétrico”. Jucá disse que “nega o recebimento de qualquer recurso financeiro por meio de Machado ou comissões referentes a contratos realizados pela Transpetro”. Em nota, Sarney afirma “protestar, desmentir e repudiar” as acusações. Fala em “falta de caráter” de Machado, que “teve a vilania de gravar nossas conversas, até mesmo em hospital”. “Vou processá-lo por denunciação caluniosa”, disse o ex-presidente.

segunda-feira, 6 de junho de 2016

HUMBERTO DE CAMPOS:BANDIDOS INVADEM FESTA MATAM DUAS PESSOAS E DEIXAM OITO FERIDAS

Uma festa realizada no povoado Onça, município de Humberto de Campos, (MA), terminou em tragédia e um saldo de dois mortos e oito feridos. O local onde ocorria o evento foi invadido por cerca de cinco bandidos armados e encapuzados que anunciaram um assalto. Os assaltantes vieram pelo matagal e quebraram a cerca de madeira e em seguida renderam as pessoas que estavam no caixa, pedindo a renda da festa. Em meio ao tumulto, começaram a disparar contra o a multidão. O dono da festa identificado como Domingos Carlos Furtado, de 49 anos, questionou o que estava acontecendo, e os criminosos dispararam contra ele, que morreu ainda no local. Já o DJ da festa Alex Flávio Ribamar, conhecido como “DJ Alexsandro, o predador”, que ao perceber que algo estranho estava acontecendo, pediu o reforço da segurança, também foi morto com um tiro na cabeça. As oito pessoas feridas foram levadas para o hospital municipal Elda Ribeiro Fonseca em Humberto de Campos, onde passaram pelos primeiros atendimento. quatro dos feridos em estado grave foram levados para um hospital no município de Barreirinhas. A policia esteve no local mas, não conseguiu localizar os bandidos. Também não foi revelado o valor roubado pela quadrilha VITIMAS Domingos Carlos Furtado, de 49 anos (morto) Alex Flavio Ribamar, 38 anos, com tiro na cabeça (morto) Emanuel Fernando Batista de Sousa, 41 anos, com tiro no pescoço (ferido) Celso Ricardo dos Santos de 22 anos (Ferido) Celso dos Santos Carvalho de 22 anos (ferido) Antonio Willian dos Santos Santos de 28 anos (ferido) Ednaldo dos Anjos Sousa de 38 anos(ferido) Helio Gomes Bruzaca de 22 anos (ferido) Arivaldo de Sousa Machado de 35 anos (ferido)

domingo, 5 de junho de 2016

Bacuri: O desabafo emocionante de uma mãe que clama por justiça

  Nunca saiu da minha memória a tragédia que tirou do nosso convívio os nossos filhos, quando ainda muitos jovens e se preparavam para a vida, buscando sabedoria na escola. E foi nesse trajeto, que em sentido contrário, foram retirados do caminho e da vida. Depois deste fato, que já faz tempo, mas ao mesmo tempo parece tão perto, ainda não conseguimos nos desvencilhar de alguns incômodos,  além da dor, saudade e da repulsa contra a administração pública, que  não soube guiar os sonhos daqueles jovens. Assim como eu, outros parentes e também amigos clamamos por Justiça. No entanto acompanhamos a movimentação da justiça que, ao meu vê, já deveria ter punido com rigor essa quadrilha que levou nossos filhos a morte. Além dos processos que estão na justiça, demos entrada em um processo na Câmara Municipal de Bacuri e, lamentavelmente, os senhores vereadores não tiveram a dignidade de pelo menos nos dar uma satisfação. Pois, até a presente data, o processo está parado na Comissão de Constituição e Justiça, que é formada pelos vereadores Xibe, Zé Lauro e Ramalho. Esse último, digo, o vereador Ramalho, em um total desrespeito com a população(canalha), disse em pronunciamento, acreditem se quiser - que o culpado foi nada mais nada menos que nós, a comunidade bacuriense. Todos eles, com esse comportamento repugnante, jamais deveriam exercer o cargo que ocupam, pois só estão preocupados em defender o irresponsável do prefeito. Só quero que a Justiça seja feita, para que sirva de exemplo e não aconteça com outras famílias. Tenho direito em dobro de lutar por Justiça. Não tenho medo de ameaças. Perdi minhas 2 duas filhas. Quantas irregularidades, quanta covardia desse prefeito. Um ser monstruoso que quer calar a boca de todos com o seu dinheiro. Dinheiro sujo que desvia da educação da saúde, da infraestrutura etc. Eu lutarei por Justiça nem que isso custe a minha vida também. Porque senhor prefeito, sou uma mãe que perdi duas filhas da forma que perdi. Por causa da sua ganância e irresponsabilidade. Tenho o direito e o dever de lutar e, sinceramente, passe o tempo que passar, espero que a justiça seja feita. Não tenho dúvida que um dia, em um futuro não tão longínquo, a Justiça virá.   Núbia Gatinho Costa.