sábado, 29 de fevereiro de 2020

NOSSA BELA E COMPLICADA LÍNGUA PORTUGUESA



Português é uma das línguas mais belas e também uma das mais difíceis do mundo ocidental. Por ser muito rica, há várias maneiras de dizer a mesma coisa. E tudo complica ainda mais quando os falantes falam o Português de sua terra natal que, embora, teoricamente, seja o mesmo, sabemos muito bem que não é bem assim.



Vejamos aqui este caso.

 

Meia, Meia, Meia, Meia ou Meia?

Na recepção do salão de convenções, em Fortaleza:

- Por favor, gostaria de fazer minha inscrição no Congresso.

- Pelo seu sotaque, vejo que o Sr. não é brasileiro. O senhor é de onde?

- Sou de Maputo, Moçambique.

- Da África, né?

- Sim, sim, da África.

- Pronto, tem palestra agora na sala meia oito.

- Desculpe, qual sala?

- Meia oito.

- Podes escrever?

- Sessenta e oito, assim, veja: 68.

- Ah, entendi, meia é seis.

- Isso mesmo, meia é seis. Mas não vá embora, só mais uma informação: a organização cobra uma pequena taxa, se quiser ficar com o material. Quer encomendar?

- Quanto pago?

- Dez reais. Mas estrangeiros e estudantes pagam meia.

- Hmmm! que bom. Aqui está: seis reais.

- Não, não, o Sr. paga meia. Só cinco, entende?

- Pago meia? Cinco? Meia é cinco?

- Isso, meia é cinco.

- Tá bom, meia é cinco.

- Não se atrase, a palestra é às nove e meia.

- Então, já começou há quinze minutos. São nove e vinte.

- Não, não, ainda faltam dez minutos. Só começa às nove e meia.

- Pensei que fosse às 9h5min, pois meia não é cinco? Pode escrever a hora em que começa?

- Nove e meia; assim, veja: 9h30.

- Entendi, meia é trinta.

- Isso, 9 e 30... Mais uma coisa, aqui está o folder de um hotel com preço especial para congressistas... Já está hospedado?

- Sim, na casa de amigos.

- Em que bairro?

- No Trinta Bocas.

- Trinta bocas? Não existe esse bairro em Fortaleza; não seria no Seis Bocas?

- Isso mesmo, no bairro Meia Boca.

- O bairro não é meia boca, é um bairro nobre.

- Então deve ser cinco bocas.

- Não, Seis Bocas, entende? Seis Bocas. Chamam assim por causa do encontro de seis ruas; por isso, seis bocas. Entendeu?

- Acabou?

- Não, Sr... é proibido entrar de sandálias. Coloque uma meia e um sapato...

O africano infartou!

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

SAÚDE: Comer mais no café da manhã do que no jantar queima o dobro de calorias



Uma nova pesquisa da Universidade de Lübeck, na Alemanha, mostra que comer mais durante o café da manhã do que no jantar ajuda a perder duas vezes mais calorias. Segundo os pesquisadores, isso acontece porque uma boa refeição durante a manhã pode ajudar em um dos processos metabólicos do nosso corpo, chamado de termogênese induzida pela dieta (TID).
A TID é caracterizada pelo aumento no gasto de energia ao absorver, digerir, transportar e armazenar os nutrientes do alimento consumido. Como apontam estudos anteriores, ela pode variar de acordo com a hora que é feita a refeição e, em geral, é mais eficiente durante a manhã.
"Os resultados mostram que uma refeição consumida no café da manhã, independentemente da quantidade de calorias que contém, cria duas vezes mais TID do que a mesma refeição consumida no jantar", explica Juliane Richter, a coautora estudo publicado no Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism.
Os pesquisadores conduziram o estudo em laboratório, por três dias, com 16 homens que consumiram um café da manhã pouco calórico e um jantar com muitas calorias. Em um segundo turno, o grupo se alimentou de forma contrária, com um café da manhã calórico e um jantar com poucas calorias.
Assim, os cientistas observaram que o consumo calórico levou a um TID 2,5 vezes maior pela manhã do que à noite.
Em comparação com o jantar, o café da manhã também apresentou uma diminuição no aumento das concentrações de açúcar induzidas pela ingestão dos alimentos. Além disso, os resultados mostram que comer um café da manhã com baixas calorias aumenta o apetite ao longo do dia, principalmente para doces.
"Recomendamos que pacientes com obesidade e pessoas saudáveis tomem um café da manhã completo ao invés de um jantar [abundante] para reduzir o peso corporal e prevenir doenças metabólicas", sugere Richter. "Essa descoberta é significativa para todas as pessoas, pois enfatiza o valor de comer o suficiente no café da manhã."

Fonte: Revista Galileu

TIMBIRAS: Alegria e muita marchinha marcam a primeira edição do bloco da Maisena



Durante essa terça-feira (25), último dia de carnaval, o bloco da Maisena fez a alegria dos timbirenses, o bloco que está em sua primeira edição trouxe um misto dos grandes carnavais com um repertório voltado para as famosas marchinhas de carnaval e a tradicional brincadeira da Maizena típica do período carnavalesco no Maranhão. Timbiras recebeu o bloco de braços abertos, idealizado pela Dra. Ana Thamires e amigos, a festa foi um sucesso de público e promete arrastar multidão nos próximos anos e entrar no calendário carnavalesco da cidade. Quem participou do evento aprovou a organização. O bloco teve concentração no “Bar Copo Cheio” bastante conhecido na região e lotou o espaço. Alguns foliões além dos abadás aproveitaram para se fantasiar com mascaras, perucas e colares havaianos.