Programa Trabalho Jovem vai gerar 35 mil oportunidades, entre vagas de emprego e cursos, para jovens de 17 a 25 anos

 

O Governo do Maranhão vai lançar nesta semana o Programa Trabalho Jovem, a ser coordenado pela Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Energia (Seinc) para a geração de 35 mil oportunidades, entre estágios, vagas de emprego e capacitações para jovens de 17 a 25 anos.

O programa conta com a parceria das Secretarias de Estado do Trabalho e Economia Solidária (Setres), da Educação (Seduc) e do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), além do apoio institucional da Secretaria de Estado Extraordinária da Juventude (Seejuv).

O Governo do Maranhão vai lançar nesta semana o Programa Trabalho Jovem, a ser coordenado pela Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Energia (Seinc) para a geração de 35 mil vagas de emprego para jovens de 17 a 25 anos.

O programa conta com a parceria das Secretarias de Estado do Trabalho e Economia Solidária (Setres), da Educação (Seduc) e do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), além do apoio institucional da Secretaria de Estado Extraordinária da Juventude (Seejuv).

Criado a partir da Lei nº 11.384, o Trabalho Jovem é dividido em quatro eixos de atuação: capacitação, auxílio à contratação, cooperação estratégica e estágio social.

O titular da Seinc, Simplício Araújo afirma que o Programa Trabalho Jovem integra as ações estratégicas do Governo do Maranhão no combate ao coronavírus, com oferta de emprego e geração de renda e oportunidades em todo o Estado.

“São mais de 30 mil vagas para que o jovem maranhense tenha mais possibilidades. Também iremos articular medidas de apoio e assessoria estratégica para auxiliar as empresas durante esta crise econômica e sanitária que estamos vivendo”, disse o secretário.

O Governo vai investir R$ 40 milhões no programa. Esse montante será distribuído da seguinte forma: R$ 1 mil para cada contratado, com mais de mil vagas; R$ 600 para empresas que contratarem estagiários, com 1.500 vagas disponibilizadas; 500 vagas para a contratação de estagiários em órgãos públicos; 30.900 vagas em cursos profissionalizantes para jovens que estudaram em escola pública; 100 vagas para residências em Ciências Agrárias; e 2 mil vagas para o Agente Jovem Ambiental, projeto de lei enviado à Assembleia Legislativa do Maranhão na última semana.

Áreas de atuação

Entre as áreas abrangidas no programa estão: engenharia; arquitetura e edificações; administração; contabilidade e recursos humanos; meio ambiente; informática e tecnologia da informação; segurança do trabalho; logística.

“Dentro do Programa Trabalho Jovem, a Seinc atuará para estabelecer as melhores condições para a participação das organizações da sociedade civil e das microempresas ou empresas de pequeno porte. É uma grande iniciativa definida pelo governador Flávio Dino para fortalecer a igualdade de oportunidades e dar condições dignas para o trabalhador e o jovem maranhense”, acrescentou Simplício Araújo.

Mais informações serão disponibilizadas no site: https://www.trabalhojovem.ma.gov.br/.

Comentários